Setor de Agropecuária de Rondônia ganha novos investimentos.

O investimento de mais R$ 2 milhões foi para aquisição de 24 veículos entregues à Emater.

0
8

 O Governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, entregou mais de R$ 2 milhões em investimentos, na tarde de quinta-feira (6), oriundos de recurso próprio e emendas parlamentares, para o fortalecimento da assistência técnica, por meio da implementação de tecnologias com objetivo de revolucionar a agropecuária estadual. No evento, que ocorreu no Centro de Treinamento da Emater RO (Centrer), em Ouro Preto do Oeste, ainda foi reativada a usina de nitrogênio e entregues títulos urbanos da regularização de terras.

Rondônia está investindo em produção de nitrogênio para congelamento de sêmen que vão ajudar no melhoramento genético do rebanho bovino, laboratórios móveis para atender a piscicultura com análise de água, e assim avançar ainda mais na produção de peixes com qualidade, e ainda está reforçando a frota pronta para levar assistência técnica aos produtores rurais que se dedicam no campo para produzir alimentos para a população.

E muito mais está previsto para ser feito. Em Rondônia recurso proveniente da recuperação da Operação Lava Jato, de combate à corrupção, vai virar benefício para assistência rural através de um alinhamento com o governo federal.  ‘‘O governo federal repassou mais de R$ 5 milhões para prestação da assistência. Isso é maravilhoso porque vai dar condições do produtor produzir mais’’, disse o governador.

O fortalecimento da assistência técnica faz parte do Plano Estratégico do governo. ‘‘Precisamos fortalecer esse serviço prestado à sociedade para permitir que nossos produtores produzam mais. Nós vamos crescer sim, passo a passo. E nós vamos aplicar o recurso da melhor forma possível, com sabedoria, atendendo à população’’, garante Marcos Rocha.

ENTREGA DE VEÍCULOS E EQUIPAMENTOS

O investimento de mais R$ 2 milhões foi para aquisição de 24 veículos entregues à Emater, sendo quatro pick-ups traçadas e 20 utilitários com recurso próprio do Estado e com emenda dos deputados Marcelo Cruz, Lazinho da Fetagro, Adelino Follador, Luizinho Goebel, Cirone Deiró e Chiquinho da Emater.

Também foram adquiridos três furgões transformados em laboratórios móveis para atender o programa de piscicultura no Estado e 27 kits de análise de água. Esses últimos através do termo de descentralização para atender o programa de sanidade aquícola do Estado com apoio da Superintendência de Desenvolvimento do Estado de Rondônia (Sedi).

Também foram adquiridos 73 notebooks, sendo 57 de emendas parlamentares do ex-deputado federal Luiz Claudio Pereira Alves, e os outros 16 com recurso próprio do Estado. E ainda um caminhão baú adquirido com emenda do ex-deputado federal Lindomar Garçom.

Mais 46 impressora, sendo 40 de emeda parlamentar do ex-deputado federal Luiz Claudio Pereira Alves, e seis com recursos próprios do Estado. Além de bebedouros, aquisição própria do governo.

USINA DE NITROGÊNIO

Importante para o desenvolvimento da pecuária leiteira de Rondônia, Marcos Rocha anunciou, na mesma solenidade, a reativação da usina de nitrogênio, com recurso do Fundo Proleite, instalada no Centro de Treinamento da Emater, em Ouro Preto do Oeste, ela beneficia produtores inseridos no Programa Inseminar do governo do Estado.

De acordo com o presidente da Emater, Luciano Brandão, a reativação da usina, que estava com as atividades paradas há mais de dois anos, foi uma determinação do governador e os trabalhos começaram a ser feitos ainda em 2019. ‘‘São mais de cinco mil propriedades que serão beneficiadas e essa usina tem por objetivo o melhoramento genético através de inseminação artificial’’, disse.

REGULARIZAÇÃO

Mais de 60 títulos foram entregues através do Programa Título Já, em Ouro Preto do Oeste. ‘‘A ordem que eu dei à Sepat é que regularize o máximo possível, inclusive estamos alinhados com o governo federal’’, garante Marcos Rocha. Um dos títulos foi entregue pelo governador para Maria do Carmo Ferreira, 57 anos.

Ela é mineira, mas mora em Rondônia há 36 anos, e não escondia a alegria de ter em mãos o documento que comprova que a propriedade é legalmente dela.

De acordo com o superintende da Sepat, Constantino Erwen, essa é a segunda entrega de títulos de 2020, e em Ouro Preto já foram entregues 729 títulos. ‘‘Estamos entregando 67 títulos definitivos para a população de baixa renda de Ouro Preto. A meta é regularizar 2.200 lotes, beneficiando mais de 8 mil pessoas através de convênio entre governo de prefeitura’’, afirma.

O superintendente também anunciou que neste ano será feito, com recurso próprio do governo, a topografia de mais de mil lotes para avançar na regularização de Rondônia.

ALINHAMENTO

A solenidade contou ainda com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes, e dos deputados Jhony Paixão, Adelino Follador, Chiquinho da Emater, e do secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, do presidente da Idaron, Júlio Peres, do secretário executivo regional, Marcos Antônio Marques, e do prefeito Vagno Gonçalves.

O governador Marcos Rocha agradeceu aos secretários que têm trabalhado firmemente para o desenvolvimento do Estado e aos deputados que que têm aprovado os projetos encaminhados pelo Executivo e que beneficiam a sociedade. ‘‘Vamos fortalecer de verdade o nosso Estado’’, disse.