Um homem de 39 anos foi morto a tiros por um policial militar após invadir a casa da ex-mulher em Porto Velho. Ao entrar no imóvel, o suspeito tentou atacar com uma faca a moradora e o policial, atual companheiro dela. O PM reagiu e matou o suspeito com três tiros. O caso ocorreu no fim da tarde de domingo (21), no Bairro Cohab, Zona Sul.

De acordo com o registro da ocorrência, o homem pulou o muro da casa carregando uma faca em punho e tentou atacar a ex-mulher.

O PM relatou que gritou ordenando que o suspeito soltasse a faca, mas ele não obedeceu e feriu o militar no braço.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, após ser ferido, o policial usou a arma de fogo que tinha na cintura para atirar uma vez contra o homem, mas como o suspeito não parou com a agressão, o militar atirou outras vezes até que cessasse o ataque. A perícia constatou que três tiros atingiram o homem.

A mulher, de 30 anos, contou aos policiais da ocorrência que estava separada do suspeito desde fevereiro deste ano e que ele fazia ameaças contra ela por não aceitar o fim do relacionamento. Ele chegou a ficar preso por 90 dias, segundo ela, mas foi solto mediante uso de tornozeleira eletrônica.

Enquanto o suspeito estava preso, a mulher conheceu o policial e ambos iniciaram um relacionamento.

Ao sair da prisão e saber do novo relacionamento dela, o suspeito continuou com ameças à vítima, que fez uma nova denúncia, levando ele a ser preso novamente em maio.

Na última semana, conforme a vítima contou à polícia, o agressor foi solto e no domingo tentou matar ela e o namorado. A vítima tinha medida protetiva contra o ex-companheiro.

O militar foi socorrido ao Pronto Socorro João Paulo II com quadro estável. Quando o socorro chegou na residência, o suspeito já estava morto.

Agentes da delegacia de homicídios e a Polícia Técnico-Científica estiveram no local colhendo informações para as investigações.