Curitiba confirmou nesta segunda-feira (6) a primeira morte por coronavírus. Trata-se de uma mulher de 56 anos. A vítima estava internada desde o dia 29 de março em um hospital público e faleceu na madrugada desta segunda.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a mulher tinha agravantes de saúde: diabetes e anemia causada por uma hemorragia gástrica. Além disso, ela viajou recentemente a São Paulo, o epicentro da pandemia no Brasil.

A paciente teria buscado atendimento em um hospital público no dia 29 de março, após voltar de São Paulo, no dia 22 de março. Entretanto, dias antes de buscar atendimento médico já havia apresentado falta de ar, sintoma mais preocupante do covid-19. Ela foi internada imediatamente e nos últimos dias estava entubada na UTI, com a situação agravada pelas outras comorbidades.

A mulher morava com a filha e mais um parente. Não só essas pessoas da família, mas também todas as outras que tiveram contato dias antes com a vítima fatal estão sendo monitoradas pela SMS. Para evitar o contágio, o velório e enterro da vítima seguirão os procedimentos da Vigilância Sanitária durante a pandemia. A cerimônia será rápida e com poucas pessoas.

Na tarde desta segunda, a prefeitura de Curitiba atualiza o número de casos confirmados em Curitiba, bem como o de pacientes internados e que já se curaram. Com o registro na capital, sobem para 11 as mortes por coronavírus no Paraná – o boletim estadual também atualizará os números na tarde desta segunda.