Governo de Rondônia inaugura hospital de campanha no combate ao Covid-19

São leitos de tratamento intensivo completos e uma equipe competente. A construção do Hospital de Campanha, era do antigo prédio que funcionava Materno Infantil Regina Pacis.

0
54
O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, destaca que a missão é salvar vidas

Inaugurado oficialmente nesta manhã da quarta-feira (24), o hospital de campanha de Rondônia, em Porto Velho com 12 leitos, estrutura permanente, usina de oxigênio, equipamentos completos e uma equipe competente para o enfrentamento no combate ao Coronavírus no estado.

O governo de Rondônia adquiriu por R$ 12 milhões o prédio do Hospital de Campanha, antes funcionava como Centro Materno Infantil Regina Pacis, juntamente com equipamentos e a obra de reforma geral com readequação de leitos. Na comemoração estiveram presentes o governador Marcos Rocha, o secretário estadual Fernando Máximo, a deputada federal Mariana Carvalho e entre outros.

‘’A missão é trabalhar com dedicação para salvar vidas e em uma estrutura de concreto que nos permite, ao término da pandemia, continuar a utilizá-la”, pontuou o governador.

São leitos de tratamento intensivo completos com bombas de infusão, ventiladores mecânicos, monitores multiparâmetros e demais itens pertinentes à assistência hospitalar, e ainda com o diferencial que o oxigênio não fica armazenando em cilindros, mas em uma rede de abastecimento própria.

Os 12 leitos de UTI são os primeiros da obra da reforma que foram concluídos. A reforma dos demais blocos prosseguem e a estrutura completa do hospital deve ser entregue nos próximos dias.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Utei-Hospital-de-campanha-24.06.2020-foto-Esio-Mendes-9-570x380.jpg
A quantidade de leito deve ser ampliada nos próximos dias

‘‘É um modelo diferente, pois hospitais construídos Brasil afora serão destruídos após seis meses, mas esse vai ficar para nossa população. Agradeço a todos os profissionais de saúde que trabalharam arduamente para isso acontecer’’, reforçou o secretário de Estado de Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

De acordo com a diretora Sandra Maria Petillo Cardoso, o Hospital de Campanha é composto por, além dos 12 leitos de UTI, que será ampliado para 20, centro cirúrgico com três salas, sala de RPA (Recuperação pós Anestésica). E tem capacidade para 140 leitos no total. 

O processo de aquisição do hospital e demais compras e contratações emergenciais em decorrência da pandemia podem ser acessados no Portal da Transparência do governo de Rondônia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui