Trump ataca rivais e faz campanha no Twitter enquanto espera alta

Internado com covid-19, presidente dos EUA usou o Twitter na manhã desta segunda-feira (5) para fazer campanha pela reeleição

0
35

O presidente dos EUA, Donald Trump, segue internado depois de ter dado positivo para covid-19 e usou as redes sociais para continuar trabalhando na campanha de reeleição durante a manhã desta segunda-feira (5).

Pelo Twitter, Trump enumerou em uma série de tweets as causas que defenderá na reeleição e pediu que os cidadãos votassem em novembro.

Entre os tweets, estão “O exército mais poderoso de todos. Vote!”, “Lei e ordem. Vote!”, “Liberdade religiosa. Vote!” e “Paz pela força (traga nossos soldados de volta). Vote!”.

O presidente também aproveitou para atacar os rivais, o Partido Democrata, alegando que “se você quiser um aumento massivo nos impostos, o maior na história do nosso país (e um que pode quebrar a economia e causar demissões), vote Democrata!!!”

Na série de tweets, Trump também defendeu a Segunda Emenda da Constituição americana, que garante o direito de armar a população e um dos pontos-chaves para segurar o eleitorado Republicano, e prometeu um “sistema de saúde melhor e mais barato”.

O presidente deixará o hospital nesta segunda-feira (5). Segundo boletins médicos, ele não precisou de oxigênio e não está mais com febre. No domingo (4), ele saiu brevemente do hospital para cumprimentar apoiadores. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui