Polícia Federal investiga facção criminosa suspeita de tráfico internacional de droga em Guajará-Mirim

A Polícia Federal informou que uma facção paulista teria recrutado integrantes em Guajará-Mirim. São cumpridos três mandados de busca e apreensão.

0
45

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (8) a Operação Dessintonizando para desarticular o tráfico internacional de drogas na fronteira entre Brasil e Bolívia. Três mandados de busca e apreensão são cumpridos em Guajará-Mirim (RO).

Segundo a PF, a operação investiga o crime organizado e uma facção criminosa ligada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), que teria recrutado integrantes em Guajará-Mirim.

Dinheiro apreendido durante operação dessintonizando em Guajará-Mirim, RO — Foto: PF/Divulgação
Dinheiro apreendido durante operação dessintonizando em Guajará-Mirim, RO

Os investigados são suspeitos de atuarem no tráfico internacional de drogas, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Pelo menos 40 pessoas estariam envolvidas diretamente com o grupo na região de fronteira.

Conforme a PF, a ação desta quinta-feira acontece após investigações que iniciaram nas apreensões de remessa ilegal de dinheiro, feitas através de mulas no porto de Guajará-Mirim, onde ocorreram prisões em flagrante no início deste ano.

Durante cumprimento dos mandados foram aprendidos, dinheiro, celulares, pen drives, balanças de precisão e material utilizado para preparo da droga. Tudo foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui