5ª edição do Concafé tem vitória feminina na primeira colocação em RO

A cafeicultora Luciana Franklin é da região de Rolim de Moura, mais precisamente do município de Novo Horizonte do Oeste.

0
62
Na primeira colocação da premiação da edição 2020 do Concafé é um trator cafeeiro

A grande campeã da quinta edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé) deste ano, a cafeicultora Luciana Franklin, que estava ao lado do esposo Valdecir Franklin e da filha Thais Franklin, acreditou e buscou fortalecer a qualidade do café e alavancar a produção.

“Estou explodindo de muita emoção. Estamos todos felizes por conquistar esse sonho e nos tornarmos campeões do melhor café de Rondônia este ano. Esse incentivo do Governo é importante para todos os cafeicultores”, disse Luciana, da região de Rolim de Moura, mais precisamente do município de Novo Horizonte do Oeste.

Este ano, a premiação contou com a presença do vice-governador de Rondônia, José Jodan, e do secretário especial de Regularização Fundiária do Ministério da Agricultura (Mapa), Nabhan Garcia que enfatizou a importância do evento realizado pelo governo estadual.

A cerimônia de premiação ocorreu na manhã de sexta-feira (6), no Cacoal Selva Park, no município de Cacoal, com o uso da tecnologia para transmitir online via canal oficial do Governo, em função de cumprimento ao protoloco de segurança devido ao distanciamento causado pela pandemia do coronavírus.

O concurso Concafé, já se tornou o maior de qualidade de café robusta do Brasil, destacado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), em conjunto com a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), Agência de Defesa Sanitária Agrossilvopastoril (Idaron), com apoio da Câmara Setorial do Café, Associação dos Cafeicultores da Região das Matas de Rondônia (Caferon), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

O Concafé tem como objetivo identificar, premiar e promover os cafés robustas de qualidade, produzidos com sustentabilidade em Rondônia. Este ano, o Concafé premiou cafeicultores na modalidade “Qualidade de Bebida” onde o 1º lugar recebeu um trator cafeeiro, no valor superior a R$ 140 mil. Para o 2º lugar R$ 30 mil em dinheiro e crédito; 3º lugar R$ 15 mil em crédito e 4º lugar R$ 10 mil em crédito. Além de uma secadora de café, no valor de R$ 98 mil para o cafeicultor ganhador na modalidade “Sustentabilidade”.

Foram mais de duas horas de transmissão ao vivo e a cada minuto aumentava a expectativa para se conhecer o melhor café do ano de 2020 em Rondônia. Este ano, o Cancafé teve 214 inscrições de 30 municípios do Estado e, a exemplo de 2019, as mulheres têm demonstrado sua força na cafeicultura rondoniense, além de jovens promessas ao setor, seguem os passos da família e já despontam como potenciais cafeicultores do Estado.

Antes da grande premiação, foram anunciados os cafeicultores que têm o melhor café por cada região de Rondônia: Na região de Porto Velho, destaque para o cafeicultor Juarez  Gonçalves; região de Ariquemes – Sérgio Antônio Braz, de Campo Novo de Rondônia; região de Ji-Paraná – Maria da Glória Bermond, do Vale do Anari; região de São Francisco do Guaporé – João Evangelista da Silva, de São Miguel do Guaporé; região de Rolim de Moura – Luciana Franklin, de Novo Horizonte do Oeste; região de Cacoal – Roziane Nunes Candaqui, de Cacoal; região de Vilhena – Maria Aparecida Cantuário, de Vilhena.

Em 2019, a força feminina foi comprovada também pela conquista do prêmio no quesito qualidade de bebida chegando ao topo como o melhor café de Rondônia, com a cafeicultora Poliana Perrut de Lima, do município de Novo Horizonte do Oeste.

Apontado como um dos principais produtores de café do mundo, o Brasil aparece na lista dos países que mais cultivam e comercializam o produto e Rondônia já desponta no ranking dos melhores, sendo o terceiro maior produtor de café Robusta do país.

Conheça um pouco dos destaques da edição 2020 do Concafé:

SUSTENTABILIDADE

Prêmio – secadora de café

Ronaldo da Silva Bento

A família campeã da categoria Sustentabilidade do Concafé é extremamente dedicada e caprichosa. A propriedade campeã da categoria sustentabilidade atingiu 39 de um total de 40 pontos. É uma família dedicada que trabalha unida e com esforço.

QUALIDADE DE BEBIDA 

1° Lugar: trator cafeeiro

Luciana Franklin

O melhor café de 2020 teve a pontuação recorde de 90,42 pontos, sendo um café delicado, completo, com aroma floral de jasmim, doce como mel de cana, com sabor de uva.

2°Lugar: premiação de R$ 30 mil

Maria Aparecida Cantuário

O segundo melhor café de Rondônia apresentou uma nota de 90,08 pontos. Considerado explosivo, exótico com notas de hortelã, jasmim, sabor de pêssego e acidez brilhante.

3° Lugar: premiação de R$ 15 mil

Tawãn Aruá

O terceiro colocado do Concafé 2020 é cheio de significados para Rondônia. Ele representa uma cultura, uma etnia apresentando um café. O terceiro melhor café de Rondônia tem uma história muito especial. Com 88,08 pontos café floral, com sabor vinhoso, com toques de jabuticaba, maracujá, carambola e acidez brilhante.

4° Lugar: premiação de R$ 10 mil

Lourenço Marques

O quarto colocado do Concafé 2020 obteve pontuação de 87,92 pontos. Um café refrescante, com cheiro de jasmin, sabor de cacau e mamão. Pela primeira vez entre os premiados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui