Fiscal é acusado de fazer propaganda contra Hildon Chaves durante votação

O caso aconteceu na escola Eduardo Lima, Zona Sul.

0
32

Na manhã de ontem, domingo (29), um fiscal voluntário do TRE foi acusado de fazer propaganda contra o prefeito Hildon Chaves (PSDB) na Escola Eduardo Lima e Silva, no Bairro Nova Floresta, Zona Sul de Porto Velho.

O crime foi informado à Justiça Eleitoral e denunciada pela secretaria-adjunta de Administração, Ana Cláudia Geraldes Magalhães e seu esposo, Marcos Magalhães.

Foi registrado um boletim de ocorrência por ameaça contra os denunciantes.

O fiscal teria defendido mudança na Prefeitura da Capital, após um questionamento. “Ele disse que só vai mudar se mudar a Prefeitura”.

O caso foi narrado ao juiz eleitoral, que teria removido o fiscal para o setor de transportes. Os delegados do PSDB disseram que se ele voltasse para a escola iriam dar voz de prisão em flagrante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui