e
24 C
Porto Velho
segunda-feira, março 1, 2021

PERDOADOS PARA PERDOAR

E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores. Mateus 6:12

- Advertisement -
- Advertisement -

Você tem dívidas? Você deve dinheiro? Deve favor a alguém? Deve um pedido de desculpas? Existem várias formas de dívidas! Segundo os dados da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic Nacional), coletados em setembro de 2020, 67,2% das famílias brasileiras estão endividadas. Isso é uma coisa muito séria e preocupante, pois a Palavra de Deus nos ensina a não devermos nada a ninguém, porém há uma dívida muito mais séria e perigosa: a dívida proveniente do pecado.

     Em sua epístola aos Romanos 1:28-32, o apóstolo Paulo nos apresenta um diagnóstico duro da condição humana:E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes,
cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores,
 caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia.Ora, conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem.

Você pratica ou já praticou algum desses pecados? Então você contraiu uma dívida! Cada pecado gera uma nota de débito. Muitos pecados cometidos geram muitas contas a pagar, uma dívida enorme, impagável e crescente. Não importa o valor, dívida é sempre dívida, e a conta precisa ser paga. Deus não releva o pecado. Ele não deixa para lá, conforme nos diz Romanos 6:23a:Porque o salário do pecado é a morte… e Ezequiel 18:4b …a alma que pecar, essa morrerá. Mais uma vez eu pergunto: Você tem dívidas? Como essa dívida pode ser paga?

     Nos tempos de Jesus, quando uma pessoa adquiria uma dívida, fosse ela proveniente de algum empréstimo, alguma compra a prazo ou mesmo algum imposto, essa pessoa assinava como que notas promissórias atestando aquela dívida. A cada parcela paga, o devedor recebia um certificado de pagamento, assim como nos dias de hoje. Porém, quando esse devedor finalmente quitava aquela dívida, ao término da última parcela, a pessoa a quem ele devia sinalizava a quitação de toda a dívida dizendo: Te Telestai, que significa “Está consumado”, ou seja, está tudo pago, não restando mais dívida alguma. Era uma espécie de “Certidão Negativa” de débitos ou ônus. De forma reveladora e libertadora, o evangelho de João 19:30 nos diz:Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito.

As nossas dívidas para com Deus não foram relevadas, elas foram total e definitivamente pagas por Cristo na Cruz do Calvário. Por meio de sua morte expiatória, nossos débitos para com Deus foram liquidados. A alma que pecar deve morrer e aquela terrível morte de cruz deveria ter sido minha e sua, mas, movido por sua graça e misericórdia, aquele que não conheceu pecado, a saber, Jesus Cristo, recebeu em seu corpo santo o castigo do pecado que deveria ser nosso, conforme 2 Coríntios 5:21:Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.

     Quando Jesus, prestes a morrer, disse “Te Telestai” (está consumado), ali ele estava atraindo para si mesmo todas as dívidas de pecado de todos nós. Ele pagou nossa dívida com sua própria vida. O justo pelos injustos. Colossenses 2:13-15 nos diz: E a vós outros, que estáveis mortos pelas vossas transgressões e pela incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os nossos delitos;tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz;e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz.

     As nossas dívidas para com Deus foram pagas por Jesus na cruz do Calvário. Na sua morte, Cristo pagou por todos os nossos pecados, e não apenas isso! Ele também nos levou a morrer com Ele para nossa velha natureza e nos ressuscitou, juntamente com Ele, em novidade de vida. Ninguém, nem homens, nem anjos, nem demônios ou qualquer outra criatura, poderá intentar acusação contra alguém que foi redimido por Cristo, conforme Romanos 8:33-34:Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica.Quem é que condenará? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. Você crê nisso? E agora? Diante dessa convicção, como viveremos nossas vidas? Quais os impactos dessa fé em nossos relacionamentos? Podemos receber o benefício do perdão de Deus e sonegarmos o perdão aos outros?

A Parábola do Credor Incompassivo

Mateus 18:23-35.Por isso, o reino dos céus é semelhante a um rei que resolveu ajustar contas com os seus servos.E, passando a fazê-lo, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos.Não tendo ele, porém, com que pagar, ordenou o senhor que fosse vendido ele, a mulher, os filhos e tudo quanto possuía e que a dívida fosse paga.Então, o servo, prostrando-se reverente, rogou: Sê paciente comigo, e tudo te pagarei.E o senhor daquele servo, compadecendo-se, mandou-o embora e perdoou-lhe a dívida.Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos que lhe devia cem denários; e, agarrando-o, o sufocava, dizendo: Paga-me o que me deves.Então, o seu conservo, caindo-lhe aos pés, lhe implorava: Sê paciente comigo, e te pagarei.Ele, entretanto, não quis; antes, indo-se, o lançou na prisão, até que saldasse a dívida.Vendo os seus companheiros o que se havia passado, entristeceram-se muito e foram relatar ao seu senhor tudo que acontecera.Então, o seu senhor, chamando-o, lhe disse: Servo malvado, perdoei-te aquela dívida toda porque me suplicaste;não devias tu, igualmente, compadecer-te do teu conservo, como também eu me compadeci de ti?E, indignando-se, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que lhe pagasse toda a dívida.Assim também meu Pai celeste vos fará, se do íntimo não perdoardes cada um a seu irmão.

Essa maravilhosa parábola de Jesus mostra duas situações semelhantes, mas com desfechos diferentes. Dois homens endividados. Quanto o servo devia ao rei? Dez mil talentos. Pesquisadores afirmam que o total anual de impostos do rei Herodes recebia de todo o reino era de aproximadamente novecentos talentos. Um talento, no período do Novo Testamento, equivalia a aproximadamente quarenta quilos de ouro. Dez mil talentos equivalem a aproximadamente quatrocentas toneladas de ouro. Era, sem dúvida alguma, uma dívida impagável.

     Qual era o tamanho da dívida do conservo? Cem denários. Um denário correspondia a um dia de serviços de um trabalhador comum. Portanto, a dívida do conservo era de pouco mais de três meses de salário. Seria muito impreciso calcular quanto valeria exatamente 100 denários nos dias de hoje em nosso país, mas uma coisa é certa: a dívida do servo era astronômica se comparada à dívida do conservo.

     O rei tipifica Deus. O servo tipifica eu e você. E quem o conservo tipifica? O conservo tipifica aquela pessoa que você não quer perdoar. Você teve as suas dívidas perdoadas por Deus mediante o sacrifício de Cristo? Nós vimos que sim! Te Telestai!! Então por que você não perdoa ao seu conservo? Por que você não perdoa ao seu irmão, ao seu ex, a seu pai, a seu filho, a sua sogra, a seu genro, a sua nora, a seu ex sócio, ou àquela pessoa que o tenhadecepciononado? Que aconteceu com o servo no final da parábola? Que acontecerá com você?

     Nessa parábola há um contraste absurdo entre a misericórdia de Deus em nosso favor e a nossa mesquinhez que, tantas vezes, recusa-se a perdoar, produzindo assim um mundo repleto de ressentimentos. Deus não requer de nós que perdoemos dez mil talentos, pois a dívida impagável é encargo exclusivo dEle, no entanto Ele quer que nós perdoemos os cem denários.

    O texto base do estudo de hoje diz: E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores.Mateus 6:12. Preste muita atenção no que diz esse trecho da famosa oração do Pai Nosso! Se nós não temos perdoado àqueles que, de alguma maneira, nos têm ofendido, é melhor nem orar a “oração do pai nosso”, pois, nessa oração, nós temos pedido que Deus nos perdoe na mesma medida em que temos perdoado ao nosso próximo.

     Talvez em seu coração venha a seguinte pergunta: “Mas Deus continua perdoando os pecados que cometemos mesmo depois da nossa regeneração? ”. Sim, pois, se o discípulo deve perdoar àquele que peca contra ele setenta vezes sete, por que Deus não faria o mesmo com seus filhos? Ele sempre nos dá o exemplo e nos habilita a cumprir aquilo que Ele mesmo requer de nós. Dependemos dEle, inclusive para perdoar.

Aplicações práticas

1-    Reconheça e confesse diante de Deus qualquer tipo de pecado;

2-    Renuncie a qualquer forma de retaliação. Deixe todo juízo ou vingança para Deus. Ele é o justo juiz;

3-    Permita que a Natureza perdoadora de Deus o habilite a perdoar aos outros. Não resista ao Espírito Santo;

4-    Perdoe diariamente àqueles que pecaram contra você. Não acumule ressentimentos. Ressentimentos acumulados são raízes de amargura e podem gerar doenças psicossomáticas gravíssimas;

5-    Esteja preparado para não ter seu perdão reconhecido pelos outros;

6-     Não procure justificar a si mesmo comparando-se a outros pecadores. Quem nos justifica é Cristo;

7-    Entenda verdadeiramente que, sem Deus, nada podemos fazer.

Amém.

- Advertisement -

Últimas Notícias

Covid-19: Neste Sábado foram registrados 15 óbitos em Rondônia

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado. Neste sábado...
- Advertisement -

STF concede domiciliar a empresário preso em operação contra Crivella

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar o empresário Rafael Ferreira Alves, preso em dezembro do ano...

Banco do Brasil ajuda estados e municípios a cobrar impostos via Pix

Contribuintes de pelo menos três estados e cinco municípios podem começar a pagar impostos via Pix. Com auxílio de uma tecnologia...

Aeroporto de Ariquemes passará por melhorias, segundo DER

O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) divulgou nesta semana a assinatura de um termo de referência para...

Related news

Covid-19: Neste Sábado foram registrados 15 óbitos em Rondônia

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado. Neste sábado...

STF concede domiciliar a empresário preso em operação contra Crivella

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar o empresário Rafael Ferreira Alves, preso em dezembro do ano...

Banco do Brasil ajuda estados e municípios a cobrar impostos via Pix

Contribuintes de pelo menos três estados e cinco municípios podem começar a pagar impostos via Pix. Com auxílio de uma tecnologia...

Aeroporto de Ariquemes passará por melhorias, segundo DER

O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) divulgou nesta semana a assinatura de um termo de referência para...
- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

e
%d blogueiros gostam disto: