Deputado Geraldo da Rondônia é acusado de invadir Hospital de Ariquemes e desacatar profissionais da saúde

De acordo com as denúncias, ele teria alegado que cumpria uma fiscalização e entrou sem autorização em áreas onde estavam internados pacientes com Covid-19.

0
31

Uma ocorrência policial de desacato foi registrada no último sábado (16) por profissionais de saúde contra o deputado estadual José Geraldo Santos Alves Pinheiro, conhecido como Geraldo da Rondônia.

O parlamentar é suspeito de invadir o Hospital Municipal de Ariquemes, alegando que fazia uma fiscalização, e entrar sem autorização em áreas onde estavam internados pacientes com Covid-19.

De acordo com o boletim da Polícia Militar (PM), a diretora da unidade acionou uma guarnição após o deputado ofendê-la em serviço. Segundo a diretora, ele usava a máscara no queixo quando entrou na área destinada a pacientes contaminados pela Covid-19. Conforme a ocorrência, os próprios policiais presenciaram os ataques à funcionária.

Geraldo da Rondônia teria dito, entre outras coisas que ela era “péssima profissional” e “incompetente”. Ele é suspeito também de ofender uma enfermeira insinuando que ela seria usuária de drogas e que “não merecia cuidar dos pacientes”.

Segundo a PM, a profissional ficou “muito abalada” e em “visível estado de vergonha” com a situação.

A secretária municipal de saúde, Milena Coelho, foi chamada no local e acompanhou o deputado até o fim da visita. Em seguida, a ocorrência foi registrada na 1° delegacia de Polícia Civil de Ariquemes.

O Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) emitiu uma nota em repúdio à atitude do deputado.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

“É lamentável que um representante político tenha agido com tamanha falta de respeito às profissionais que estavam em local de trabalho e exercendo o fundamental serviço de atendimento à população, em meio à crítica situação pandêmica instalada no estado, na linha de frente no combate à Covid-19. O Coren se solidariza pela triste condição a que foram submetidas as profissionais”, consta na nota.

Há cerca de um mês, o deputado estadual Geraldo da Rondônia, foi denunciado por lesão corporal, constrangimento ilegal e abuso de autoridade. O boletim de ocorrência foi registrado pela bailarina Bárbara Knightz. Ela informa que foi agredida com um tapa no braço e xingamentos enquanto trabalhava em um evento em Ariquemes (RO).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui