Primeiras doses de vacina contra Covid-19 são aplicadas em RO

Karina Zingra, médica do Hospital de Campanha na capital, foi convidada pelo estado para ser uma das primeiras vacinadas.

0
41

O governo de Rondônia aplicou nesta terça-feira (19) as primeiras doses da CoronaVac, a vacina emergencial aprovada contra a Covid-19. Os primeiros vacinados no estado foram dois profissionais de saúde e um indígena, logo depois do avião pousar na Base Aérea em Porto Velho.

Karina Zingra, médica do Hospital de Campanha na capital, foi convidada pelo estado para ser uma das primeiras vacinadas. O secretário Fernando Máximo, da Sesau, foi quem aplicou o imunizante em Karina.

“Eu fiquei surpresa, não imaginava que isso pudesse acontecer. Fiquei muito feliz, lisonjeada, pois tenho um carinho grande pelo hospital que trabalho e pela minha equipe. Estou muito feliz por poder representar o Hospital de Campanha aqui, hoje, uma das primeiras pessoas vacinadas [contra a Covid]. Fiquei muito emocionada”, relatou à Rede Amazônica.

Outro profissional que recebeu a dose da vacina foi o enfermeiro Márcio James Jorge Santos, do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron).

Márcio mora no estado desde 1994 e contou, em entrevista, que o convite para ele tomar a vacina CoronaVac foi feito pela gerência do Cemetron.

“Eu já peguei Covid e a gente tem medo de pegar de novo, mas agora tomar a vacina vai dar uma maior segurança pra gente trabalhar”, disse com entusiasmo.

Rondônia foi o último estado brasileiro a receber a vacina contra Covid-19. O voo com 49 mil doses da CoronaVac pousou na Base Aérea em Porto Velho por volta das 9h50 desta terça-feira.

Primeiro lote de vacinas contra Covid-19 chega em Rondônia  — Foto: João Antônio Alves/CBN Amazônia
Primeiro lote de vacinas contra Covid-19 chega em Rondônia

Segundo o governo de Rondônia, as primeiras pessoas vacinadas contra a Covid-19 em Rondônia serão as que fazem parte de grupos prioritários, considerados mais vulneráveis ou mais expostos à doença.

Os grupos foram divididos em quatro fases:

  • Primeira fase: Trabalhadores de Saúde, pessoas com mais de 75 anos, pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas e população indígena acima de 18 anos. Fazem parte desse grupo cerca de 102 mil pessoas.
  • Segunda fase: pessoas de 60 a 64 anos, pessoas de 65 a 69 anos e pessoas de 70 até 74 anos. Fazem parte desse grupo cerca de 141 mil pessoas.
  • Terceira fase: Pessoas com comorbidades, como: diabetes, hipertensão, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave. Fazem parte desse grupo cerca de 120 mil pessoas.
  • Quarta fase: Trabalhadores educacionais, forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional. Fazem parte desse grupo aproximadamente 28 mil pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui