Maioria dos prefeitos eleitos não possui superior completo, diz TSE

De acordo com estatísticas, somente 250 (4,6%) dos 5.379 políticos que venceram a sucessão municipal no país disseram ter concluído a universidade

0
38

A escolha do eleitorado brasileiro na votação do último domingo (15) levou para o poder 2.978 (55,4%) prefeitos que não concluíram o curso superior, de acordo com dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Em segundo lugar no ranking do grau de instrução dos prefeitos eleitos nas eleições municipais deste ano estão aqueles que disseram possuir o ensino médio completo: 1.388 (25,8%).

Já 317 (5,9%) políticos que concorreram ao cargo máximo dos governos municipais completaram somente a etapa fundamental da educação básica. Outros 280 (5,2) não terminaram o ensino fundamental.

Na sequência, 250 (4,6%) prefeitos que assumirão o mandato no ano que vem têm o nível superior incompleto. Mais 126 (2,3%) declararam não ter concluído o ensino médio. Além deles, 40 (0,7%) eleitos disseram que apenas sabem ler e escrever.

Ainda segundo as estatísticas do TSE, a maioria dos 5.379 prefeitos escolhidos pelos eleitores é formada por brancos: 3.608 (67,1%). Outros 1.612 ( (30%) se apresentaram como pardos e mais 2% (108) disseram ser pretos.

Ainda conforme o levantamento, 7 prefeitos eleitos (0,2%) são de origem indígena, 23 se  apresentaram como amarelos (0,4%) e outros 21 não apresentaram informações sobre as suas características étnicas e raciais à Justiça Eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui