Vigilante sofre assalto, e leva tiro no rosto em Porto Velho, RO

O crime aconteceu no momento em que o trabalhador fazia a ronda por comércios da Rua João Alfredo, no Bairro Cai N’água, centro da Capital.

0
5

 Um vigilante de rua quase foi morto com um tiro no rosto, durante uma tentativa de assalto, em Porto Velho, RO. O crime aconteceu no momento em que o trabalhador fazia a ronda por comércios da Rua João Alfredo, no Bairro Cai N’água, centro da Capital.

Segundo o boletim de ocorrência, registrado pela Polícia, o acusado se aproximou da vítima, identificada como Edvandro L. S. de 46 anos e anunciou o assalto. O bandido exigiu que a vítima entregasse o aparelho celular e demais pertences.

A vítima contou, que mesmo entregando o celular, o criminoso atirou e fugiu em seguida levando o aparelho. A Polícia foi acionada juntamente com uma ambulância do Samu, que socorreu Edvandro até a Policlínica Ana Adelaide. Ele recebeu atendimento e horas depois teve alta médica.

Edvandro é o segundo vigilante de rua a sofrer uma tentativa de latrocínio nos últimos dias na cidade. Na madrugada da última sexta-feira (14) Welington L. F. também fazia ronda pela Rua Brasil, esquina com a Rua 15 de Setembro, no Bairro Castanheira, Zona Sul, quando foi atacado com golpes de facão.

O suspeito havia acabado de arrombar um comércio na região, quando foi flagrado pelo vigilante. Consta na ocorrência que o criminoso conseguir fugir. A vítima foi verificar o que havia sido danificado ou levado pelo bandido, quando foi surpreendido pelo mesmo criminoso que estava armado com um facão. Welington teve cortes na cabeça e no braço.

O marginal fugiu levando a motocicleta da vítima. Os gritos de Welington foram ouvidos por moradores do local que o socorreram até a UPA da região. Pela gravidade dos ferimentos a vítima foi transferida para o Pronto Socorro João Paulo ll.