23 C
Porto Velho
sábado, abril 4, 2020
Início Vale Estreito O PAI NOSSO. PERDOA-NOS AS NOSSAS DÍVIDAS…

O PAI NOSSO. PERDOA-NOS AS NOSSAS DÍVIDAS…

Parece muito estranho… e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores. Será isto mesmo que o Senhor quis dizer? Que o Pai nos perdoe como nós perdoamos? Creio que o perdão, dado pelo Pai, para sermos esse tipo de perdoador, nada tenha a ver conosco. Deus nos perdoou pelos méritos do Seu Filho. Mas, uma vez perdoados, pelo sacrifício de Cristo, agora perdoamos com o mesmo estilo do Pai.

Oswald Chambers afirmava:

É um completo absurdo dizer que Deus nos perdoa porque ele é amor. A única base pela qual Deus nos pode perdoar é a cruz,”

embora temos que admitir que a cruz seja a forma mais radical de Deus expressar o Seu amor.

O perdão é sempre sofrido. Não há expiação sem custo, nem alforria sem perda. C. S. Lewis sutilmente nos provoca: “todos dizem que perdoar é uma ideia agradável até terem algo para perdoar,” mesmo assim, se não perdoarmos, o preço da amargura é muito superior. E se não estivermos dispostos a perdoar é porque não experimentamos o perdão.

Alguém disse com a sabedoria de cima: “a pessoa que sabe que é susceptível à queda estará mais pronta a perdoar as ofensas de seus semelhantes.” Então, Alice Clay vai na mosca ao dizer: “nada neste mundo vil e em ruínas ostenta a suave marca do Filho de Deus tanto quanto o perdão.” Se sou um perdoador, sou semelhante a Cristo. Uau!

Aquele que foi perdoado não pode ser tão implacável em perdoar. Para Thomás Watson,

a pessoa pode ir para o inferno por não perdoar, tanto quanto por não crer.”

Se não sou capaz de perdoar fica muito evidente que nunca experimentei o perdão de Cristo, pois se creio que fui totalmente perdoado, posso orar sem reserva: que o Teu perdão para comigo seja com a mesma disposição que recebi de Ti para perdoar aos que me ofenderam.

Pai, perdoa-me por causas das minhas muitas transgressões. Eu até gostaria de perdoar os que me ofenderam, mas não é fácil. Vivo num mundo repleto de trombadas e traspassas, cheio de feridas e contusões, e eu, totalmente incapacitado, mas dá-me a graça de perdoar, assim como foi perdoado graciosamente pelo Teu Filho. Faz isto, Aba!

Eu sei que Tu, quando perdoas os nossos pecados, estes são,de fato, perdoados de tal forma, como se jamais tivessem sido cometidos, por isso, eu Ti peço que, me concedas essa mesma atitude, para que eu possa perdoar sem reservas e rancores.

Se sou um perdoado e, perdoado inteiramente, pela obra do Calvário, não me cabe outra postura, senão perdoar aos que me feriram. Não há nenhuma contradição poder dizer: perdoa as minhas dívidas, assim como eu tenho perdoado aos meus devedores. Se já estou alforriado não posso mais exercer a função de carcereiro. “Se realmente conhecemos a Cristo como nosso Salvador, os nossos corações são quebrantados, não podem ser duros, e não podemos negar o perdão,” concordo com Dr. Lloyd-Jones.

Do velho mendigo, GP.

- Advertisment -

Most Popular

Prazo de validade do decreto estadual de calamidade pública em RO termina neste sábado, 4

O prazo de validade do decreto de calamidade pública em Rondônia termina neste sábado (4). Caso o governador do estado, Coronel Marcos Rocha...

Empresas reclamam de dificuldades para prorrogar dívidas

Empresas e pessoas físicas têm enfrentado dificuldades para ter acesso à pausa de 60 dias no pagamento de parcelas de crédito, anunciada...

Câmara aprova PEC do Orçamento de Guerra; texto segue para Senado

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou hoje (3), em segundo turno por 423 votos favoráveis e um contrário, o texto-base...

Em tempos de isolamento, eliminação de criadouros domésticos é essencial contra dengue, zika e chikungunya em Rondônia

O momento de isolamento das famílias nos lares, para se protegerem da Covid-19, é uma boa oportunidade para realizar as ações...

Recent Comments

%d blogueiros gostam disto: